domingo, 27 de maio de 2012

Live My Life - 10 Jam

Faça seu desejo essa noite, Quando abrir os olhos, Quando as luzes apagarem menina brilhante, Eu estaria lá -  Justin Bieber (Fa La La)






Saímos e fomos ate o campo o caminho inteiro foi às piadas sem graça e idiotas dele, mas eu ria dele.E ele ria de mim resumindo éramos dois idiotas em um carro com o som alto que só vendo.

Chegamos e eu fui ao quarto em que ficaria e resolvi tomar um banho. Entrei no banheiro e me despi liguei a torneira e deixei-a encher enquanto isso procurava por aquela pequenina que me ajudava com a dor. Entrei na banheira e me pus a pensar enquanto olhava fixamente para aquele objeto que chamava meu nome dizendo “Nós duas sabemos que você vai acabar cedendo então porque não facilita?” e isso me torturava cada vez mais, então parei e comecei a pensar já havia tomado café, comido bolachas e tomado sorvete hoje. Só com o Justin me empanturrando, não digo que a culpa é dele, pois não é a culpa é minha por ser fraca e me deixar levar pela comida qualé eu tenho que entrar em um 32 para ser um padrão de beleza no mundo onde vou viver, mas agora eu só entro em um 36 e vou acabar no 38 desse jeito, então fiz o que mais temia, cedi aquela pequena lamina.Peguei-a e a olhei, respirei fundo e a posicionei em meu pulso e a movi para a direita, senti um ardido depois o sangue começou a jorrar não em grande quantidade mas o suficiente para deixar a água avermelhada, então fiz outro, e outro, e outro, e outro, e outro e outro quando via a água já estava quase puro sangue então lavei os cortes, ardeu um pouco mas mesmo assim terminei, esvazie a banheira e limpei as provas e tudo mais.Coloquei minha roupas intimas e fui a frente do espelho, me olhei, analisei o máximo que pude e me pus a chorar com uma uma única coisa em mente: “Por que não posso ser magra como elas?Por que não posso ser bonita com ela?O que ela tem que eu não tenho?Por que os homens preferem as magras e esbeltas?Por que não gostam de mim?”Foi ai que as respostas apareceram como bala como as garotas diriam diretamente a mim: “Se toca garota ela são bonitas e você não, elas são magras e você não, elas são as típicas loiras altas magras de passarela e você é só uma morena gorda e feia nenhum homem em sã consciência vai te querer.” Eu não queria acreditar não queria ceder a minha mente não queria ceder as piadas da brincadeiras das palavras maldosas mas veio tudo de uma vez e o que eu fiz me apoie na frente do vaso coloquei o dedo na garganta e botei tudo para fora.E ai me senti leve menos culpada, me encolhi na parede e chorei por uns 5 minutos.Enxuguei as lágrimas escovei os dentes treinei o sorriso e fui me vestir com um sorriso falso que pode ate parecer que é verdadeiro mas não é de jeito algum.
Justin P.V.O

Estava na sala de musica esperando Jhenny e sentado conversando com o pessoal.Deu uns 5 minutos Jhenny apareceu.

-Vamos começar?

-Vamos. -Ela disse sem animação, tem algo errado com ela e eu quero saber o que houve pois isso está me matando mesmo sem saber o que aconteceu vê-la nessa desanimação me parte o coração.-Bom você começa ok?

-Ok. -Cantei uma de minhas musicas Next 2 You compus essa musica quando descobri que ela precisava de ajuda medica*.-Sua vez Jhenny.

-Ok. -ela disse e sorriu decidida. -Eu vou cantar My Love Like A Star, então Justin você esta preparado para perder?

-HAHAHA até parece que você é uma Demi Lovato da vida.

-Não, mas da para o gasto.

-Ok então vai achando isso mesmo.

-Só por que esta duvidando eu não vou me esforçar.

-E assim vai vencer?

-Vou. -se virou e ligou o equipamento para a musica tocar.Ela estava confiante e linda, os olhos apesar de triste estavam a brilhar.Eu acho que ela exagerou na musica afinal e Demi então tem que ter uma voz boa, acho que ela estava mais confiante por ser a musica dela afinal Jhenny admira a Demi e muito então sabe a letra de cor a melodia e a segunda voz se duvidar.Chaz me chamou e eu respondi.

-Justin eu posso te dar um conselho?

-Fala Chaz.

-Ela vai te massacra.

-Opa ta contra mim?

-Não, mas ela odeia que duvidem dela e muito mais quando se trata de musica.

-Ok, vamos ver.

Ela começo e logo os sorriso começaram a chegar também seja lá o que ela sentia a musica com certeza ajudou a esquecer. Era como comigo tudo sumia desaparecia era só eu e a musica nada mais. Ela começou cantando normal, mas me impressionei do mesmo jeito ela realmente era boa mas, ai ela decidiu que iria aumentar o ton em algumas notas e foi ai que eu me impressionei virei ate Chaz ele sorria feito bobo pelo que me parece Chaz com certeza tem muito orgulho dela.Chaz é aquele irmão babão acho que as vezes ele esquece que Jhenny ja tem 23 ela a trata como se tivesse 5, mas eu o entendo ele só não quer a ver machucada e nem eu, Jhenny é muito durona por foram mas por dentro ela e sensível até demais, ela não fala oque sente com facilidade na verdade não a santo que tire os palavras sobre seu sentimentos da sua boca ela é bem fachada até comigo ou com Chaz ou pior até com Caitlin que é sua amiga desde sempre.Ela e como uma lagarta se é a que me entendem, fechada e despercebida mas quando sai do casulo é a borboleta mais bonita do jardim.

-Você estava certo me sinto massacrado.

-Relaxa você é bom também.

-Hahaha eu sei.

-Nem um pouco convencido. -sorri e ela terminou virou para mim deu um sorriso vitorioso e disse.

-Convencido de que eu sei cantar?

-Muito.

-Gostou?

-Sim. Meus parabéns.

-Vamos dar uma volta por ai?

-OK.
Jhenny P.V.O

Saímos e demos uma volta normal ela conversava comigo e eu me sentia cada vez mais segura ao lado dele. Ele tirava uns sorrisos bobos mas sincero, esta ai o único ser que consegue me fazer sorrir de verdade ele tem esse dom ele é bom para mim ele é maravilhoso, seu olhos me encantam, sua boca chama meu nome, sua voz...Ah sua voz e como se eu escutasse anjos cantando.Ele me abraçou e eu voltei a terra.

-Sabe Jhenny, há muito tempo que eu não te vejo, e sinto que nossa amizade se perdeu em algum lugar, sinto que a confiança que tínhamos já não é mais a mesma, eu sinto como se tivesse deixado de estar ao seu lado.-ele abaixou a cabeça e completou- E se eu te deixei mal algum dia me perdoe.
Acredite se quiser, mas ele me selou, pediu passagem e eu queria ser forte, mas não consegui ele foi parando o beijo com selinhos, logo olhou nos meus olhos e disse.

-Mês desculpe foi mais forte que eu.

-Ok. Só vamos fingir que não aconteceu.

-Ok.

Ele disse meio triste, acho que o magoei, não queria o magoar, mas não posso me magoar também.


*Gente eu sei que ele não compos por causa disso mas é só para a fic.

Gostaram?Comentem por favor.Eu quero agradecer a Stories Belieber pelo comentario e dizer que eu já dei uma olhadinha na sua IB e adorei e recomendo para todas.Bom então é só.

2 comentários:

  1. Continua.

    Pode seguir meu blog?

    http://imagine-swagets.blogspot.com.br/

    Belieberkisses,
    Teca.

    ResponderExcluir
  2. Divulga meu blog pf? http://iimagine-beliieber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir